Informação do 1° ao 4° distrito.

Recall irá tirar 40 trens da Supervia de circulação a partir de amanhã

Com a indisponibilidade parcial da frota haverá um aumento dos intervalos no trecho entre Gramacho e Saracuruna.

Atendendo a um pedido do Consórcio Chinês CRRC, a Supervia informou na noite deste domingo (17/11) que irá tirar 40 trens chineses de circulação a partir de amanhã (18/11). Com a redução da frota a concessionária precisará readequar sua grade de horários  visando causar o mínimo de impactos possíveis nos deslocamentos dos usuários.

Com a indisponibilidade parcial da frota haverá um aumento dos intervalos nos ramais Santa Cruz e Japeri, no trecho entre Gramacho e Saracuruna e algumas viagens do ramal Deodoro terão que ser realizadas em trens de quatro carros. A Supervia irá reforçar o efetivo de apoio nas estações e ramais impactados e também acionou um plano de contigência junto a Prefeitura do Rio através do Centro de Operações e das empresas de ônibus.

Trens chineses apresentam problemas na caixa de tração

Os trens chineses foram comprados pelo Governo do Estado e incluídos na operação da Supervia entre 2014 e 2016, em setembro de 2016, foram detectados problemas de projetos, em especial na caixa de tração (engrenagem que transmite energia do motor para eixo e roda) e os responsáveis comunicados.

Após a análise técnica do consórcio, foi identificada a necessidade de substituição do tipo de peça, desde  novembro de 2018 foi iniciado um processo de recall que foram realizadas até junho de 2019, quando foram identificadas novas falhas e o consórcio suspendeu o retrabalho malsucedido até que encontre uma nova solução para o caso.

Por estar em período de garantia, todos os custos de manutenção referentes aos reparos necessários para solução dos problemas identificados até o momento serão custeados pelo Consórcio CRRC, de acordo com o contrato firmado entre os chineses e o Governo do estado do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.