Informação do 1° ao 4° distrito.

O Duque entrevista pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Duque de Caxias, Vinicius Veiga

Vinicius Veiga já foi superintendente da Juventude e atualmente participa do Movimento Brasil Livre (MBL).

O Duque: Quem é Vinicius Veiga e porque a população de Duque de Caxias, deve votar no senhor para Prefeito?

Vinicius Veiga: Sou filho de Duque de Caxias, cidade que vivo e amo. Sou formado em Administração, com MBA em Marketing pela ESPM e Pós Graduado em Gestão Pública, estou conselheiro da Cruz Vermelha Brasileira-DC e sou casado. Minha experiência na Administração Pública vem de espaços que já ocupei no município e também no governo do Estado, sendo sempre bem avaliado pela população. Tenho uma carreira sem manchas, nunca respondi a nenhum processo administrativo ou criminal referente às minhas atividades profissionais. Estou em contato constante com a administração do Governador João Dória, onde hoje o Estado de São Paulo lidera com folga a geração de empregos no país. Precisamos aprender com quem sabe fazer bem, trazendo essas inovações para Duque de Caxias.

Acredito que já passou da hora de oxigenar nossa política, trazer jovens e mulheres para o debate. A ideia de nossa candidatura foi do Partido, que viu em mim a melhor representação deste novo momento. O meu nome foi referendado pela liderança nacional e também por várias lideranças estaduais do novo PSDB. E agora atingindo a maturidade me sinto preparado para encarar este desafio. Não podemos desistir da nossa cidade!

O novo PSDB de Duque de Caxias vai defender valores inerentes a todo povo brasileiro: o direito à vida; à liberdade individual; à justiça; à família e a propriedade privada.
Lançamos o Manifesto Por uma Caxias com menos Duques. Neste documento registramos compromissos iniciais com a nossa população, estão entre eles:
• Estabelecer critérios de meritocracia e conhecimento técnico para ocupação de cargos de 1º escalão (secretarias).
• Realização de consulta popular para obras públicas vultuosas.
• Diminuir despesas com a máquina pública, reestruturando ou cortando secretarias municipais que tenham baixo desempenho.
• Trazer a pauta da liberdade econômica para nossa cidade, extinguindo taxas e leis que só servem para atrapalhar a vida do trabalhador e do empreendedor caxiense. O manifesto é um documento que vamos construir em conjunto com a população ao longo desta jornada.

O Duque: O Novo PSDB prega muito sobre ética, entretanto mantém em sua sigla o Deputado Federal Aécio Neves (PSDB), o senhor não acha que isso descredibiliza a questão ética do partido?

Vinicius Veiga:Essas questões estão sendo enfrentadas, partidos são formados de pessoas, logo como qualquer Instituição não são perfeitos. Realmente é necessário fazer uma faxina ética nos Partidos em geral, no Brasil. O pedido de expulsão de Aécio já foi feito pelo Diretório de São Paulo. A minha opinião pessoal é que ele deveria se afastar para poder se defender. Agora se ele for julgado e condenado pela justiça, dentro de todos trâmites legais e Constitucionais, assim como aconteceu com Lula, Cabral, Cunha, dentre outros, que pague sua pena, não espere de mim ficar igual um retardado gritando Aécio Livre.
Além disso, o Partido está sendo reconstruído no Rio com os princípios da democracia liberal, o Presidente Paulo Marinho está fazendo um grande trabalho, buscando pessoas sem os velhos vícios políticos para compor este novo momento.

O Duque: Os servidores inativos e pensionistas de nossa cidade estão com salários atrasados a meses, como o senhor fará para regularizar o pagamento desses salários?

Vinicius Veiga:É inadmissível na minha concepção a pessoa trabalhar e não receber, é uma questão de dignidade. Essa é uma situação que não permite propostas populistas, nossas finanças estão mal, com um déficit de 800 milhões de reais. A curto prazo a primeira coisa é suspender qualquer tipo de despesa ou investimento que não seja obrigatório e aqueles que não sejam vitais para o funcionamento de serviços básicos, até a regularização dos salários.

A médio e longo prazo é lutar em conjunto com a sociedade civil para acabar com privilégios e regalias do poder executivo, legislativo e judiciário. Precisamos fazer uma reforma administrativa, modernizar a gestão para diminuir o número de funcionários e o custo administrativo, fazer também uma reforma municipal da previdência, isso se não passar a PEC paralela que inclui estados e municípios na reforma federal. Hoje a maior parte do orçamento vai para o pagamento de salários e previdência, sobrando muito pouco para o investimento em serviços para a população. No Brasil é o povo que existe para servir ao governo, precisamos inverter isso, é o governo que deve existir para servir ao povo.

O Duque: As tarifas dos ônibus municipais de Duque de Caxias são uma das mais caras do Brasil, também existem diversos valores de tarifas, qual sua proposta para essa questão?

Vinicius Veiga: É preciso realizar um estudo técnico para que possamos chegar ao valor justo da tarifa tanto para a população como para os empresários do setor, visto que o crescimento do uso do transporte por aplicativo também gerou um impacto significativo na receita das empresas de ônibus fazendo com que várias empresas fechassem as portas ou atrasasse salários como é o caso de algumas em nossa cidade.
Não podemos permitir que a população pague uma tarifa alta, mas também precisamos equalizar o valor para que os empresários do setor possam manter a operação na rua e os empregos dos rodoviários e esse estudo permitirá essa equalização para ambos os lados.

O Duque: Nos últimos dias nossa cidade foi pauta nacional devido a fila para marcação de consultas nas unidades de saúde, os pacientes também reclamam do telefone da central de agendamentos que sempre vive ocupado, como o senhor fará para acabar com as filas e o telefone ocupado para marcação de consultas?

Vinicius Veiga:Mais uma vez afirmo que nosso principal problema é gestão! Para resolver isso vamos implementar em Caxias um projeto que governador João Doria lançou (quando era prefeito) um aplicativo de agendamento de consultas nas 459 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) na cidade de SP. Além de agendar, o aplicativo também permite confirmar e cancelar consultas e exames pelo telefone celular. Outro projeto inovador que poderemos implementar é o Corujão da Saúde, que também foi testado e aprovado em São Paulo.

O Duque: Como os comerciantes informais que atualmente estão espalhados por todos os cantos da cidade, serão tratados em seu governo?

Vinicius Veiga:Serão tratados com respeito e como trabalhadores que são, queremos aquecer a atividade econômica através do pequeno empreendedor, criando um programa de micro créditos para aqueles que estiverem enquadrados no MEI, porém não podemos esquecer do ordenamento e da zeladoria da cidade. Hoje o que vemos é uma ocupação desordenada de calçadas e praças. Essa desordem não favorece a ninguém, pelo contrário, espanta a clientela além de atrapalhar a vida de comerciantes e moradores que também pagam impostos. A lei precisa ser respeitada.

O Duque: Diversos bairros de nossa cidade sofrem com a demora das linhas de ônibus municipais, e com o péssimo estado de conservação dos ônibus, como vai ser tratado o transporte por ônibus na cidade em seu governo?

Vinicius Veiga:No mesmo estudo técnico citado na pergunta acima, incluiremos uma verificação de todas as linhas de ônibus da cidade, permitindo assim uma distribuição de linhas mais eficiente tanto para a população quanto para os empresários, dessa forma poderemos zerar ou diminuir as linhas deficitárias e criar linhas que atendam bairros que hoje não são contemplados.
Certamente com as linhas distribuídas de maneira eficiente pela cidade, poderemos cobrar uma frota melhor para os empresários visto que o estudo também permitirá o fortalecimento do setor com criação de novas linhas e ajustes de outras que hoje não são rentáveis.

O Duque: O PSDB em Duque de Caxias a anos era comandado pela família Zito, nas últimas eleições o senhor também esteve ao lado de Áureo (SD) acha que essas ligações do passado irão atrapalhar sua candidatura?

Vinicius Veiga:Acredito que não, respondo por mim. Sempre exerci muito bem as funções públicas que fui designado, ocupei os espaços por mérito próprio, nunca fui condenado a nada, agora não posso ser responsabilizado pela conduta de terceiros. Não me apego a cargos ou status, tanto que estou fora da política há algum tempo. Sempre que percebo que as coisas não estão no caminho correto me dou o direito de buscar a direção que acredito ser a melhor para minha cidade. Não dá pra querer resultado diferente praticando a mesma ação.

O Duque: Existe algum candidato ou partido que o senhor rejeitaria o apoio no Segundo Turno, caso o senhor chegue lá?

Vinicius Veiga:Não é momento para antecipação de cenários, isso não é bom para cidade, se estivéssemos preocupados com resultado eleitoral não seríamos pré candidato. O desafio é consolidar minha candidatura, até por que ainda não sabemos quem realmente poderá ser candidato, visto que a maioria tem impasses judiciais a resolver. Queremos debater soluções para problemas estruturais que nos afligem há décadas. Pela primeira vez o povo terá a oportunidade de optar por propostas da democracia liberal. Queremos menos impostos, menos privilégios, extinguir cargos e secretarias que só servem para negociatas políticas, acabar com leis que atrapalham a atividade empresarial e a geração de empregos. Duque de Caxias está quebrada. Fomos mal avaliados de acordo com o Índice Firjan de Gestão Fiscal , nossa situação fiscal é crítica. Então é necessário inserir a iniciativa privada nos processos de modernização de nosso município, deixando o poder público focado em serviços essenciais como: saúde, educação , segurança, fomentação de trabalho e emprego.

O Duque: Quais são as suas propostas para o tratamento de esgoto e para a distribuição de água na cidade, visto que atualmente é uma atribuição estadual?

Vinicius Veiga:Duque de Caxias possui um problema histórico em relação ao saneamento básico. Falo isso em cima de dados, o Instituto Trata Brasil divulgou o Ranking do Saneamento Básico 2019 onde Duque de Caxias está na posição 91º de 100 cidades avaliadas. Nossa proposta é ir na contramão do que todos os políticos de nossa cidade já colocaram como solução. Eles acreditam que a solução é criar outra estatal, uma Companhia Municipal de Água, porém eles não falam de onde vai sair o dinheiro para pagar mais funcionários, privilégios, despesas administrativas, ou seja, todo esse passivo que vem com a criação de mais um órgão municipal. Nossa sugestão é fazer uma PPP com critérios e parâmetros definidos em contrato. Niterói por exemplo é o melhor município do Estado do Rio em Saneamento básico, e só começou a mudar sua história após implementar uma parceria público privada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.